Natura e G10 Favelas lançam programa gratuito de formação profissional em tecnologia em Paraisópolis 

 Natura e G10 Favelas lançam programa gratuito de formação profissional em tecnologia em Paraisópolis 

Foto: Anderson Jorge / Agência Cria Brasil

Programa possui duas trilhas de aprendizagem: programação em C ou sistemas e redes

O Pavilhão do G10 Favelas, localizado na rua Itamotinga, 100, em Paraisópolis, zona sul de São Paulo, recebeu hoje (3) o lançamento do Programando Meu Futuro, projeto da Natura com o G10 Favelas em parceria com a 42 São Paulo, escola de formação em engenharia de software. 

Jovens de 18 a 30 anos podem se inscrever para participar de um programa gratuito de formação profissional em tecnologia, uma das áreas que mais empregam no país. O participante pode escolher uma das duas trilhas de aprendizagem da formação 42.ZIP: programação em C ou sistemas e redes. As trilhas duram até 8 meses, mas podem ser finalizadas antes dependendo do ritmo de entrega do aluno. Em cada trilha o participante precisa fazer 5 projetos e um exame final. 

Ao término da formação, o aluno tem a oportunidade de ingressar no Labs, uma experiência profissional no qual o participante atua em algum projeto dentro da Natura. A duração é de até 4 meses e a dedicação é de meio período (4 horas por dia). É oferecido uma Bolsa-Auxílio, valor fixo mensal recebido durante o período da experiência. Importante ressaltar que não é preciso ter conhecimento prévio na área de programação. 

O processo seletivo consiste em duas etapas: Jogos e Piscina. Na primeira fase é preciso jogar um jogo de memória e lógica. A atividade tem duração de duas horas e é preciso ser feita de maneira contínua pois não tem como pausar. Depois de 48 horas da finalização do jogo, o candidato recebe o resultado se avançou ou não para a próxima fase. O jogo só funciona pelo computador. Quem não tiver o equipamento pode comparecer até sexta-feira (5) no Pavilhão do G10 Favelas para usar um dos 20 computadores disponibilizados para o processo. 

A “Piscina” é a fase final do processo seletivo da formação 42.ZIP. Consiste em uma imersão de 4 semanas (26 dias corridos, incluindo sábado e domingo), 100% presencial com dedicação integral. A atividade envolve projetos individuais e em grupo. Por ser uma atividade presencial, há opções de bolsa-auxílio que arcam com os custos de acordo com a necessidade do participante: moradia, alimentação ou transporte. 

Cronograma: 

8 de julho: Data limite para ter concluído os jogos

9 de julho: Limite para inscrição para o sorteio da Piscina via formulário + inscrição para o Bolsa-Auxílio 

10 de julho: Resultado do sorteio e da Bolsa-Auxílio

5 e 6 de agosto: Registro (presencial)

De 12 de agosto a 9 de setembro: Piscina (26 dias de imersão)

Sobre o evento

O coordenador em Inovação Social e Sustentabilidade da Natura, Murilo Passos, abriu a programação explicando sobre o Programando Meu Futuro, projeto de formação tecnológica voltado a filhos e parentes de consultores de beleza da Natura. A formação foi disponibilizada de forma gratuita aos moradores de Paraisópolis por meio da parceria com o G10 Favelas e a escola 42 São Paulo. “É uma formação tecnológica que visa gerar um impacto. Sabemos que o mercado de tecnologia hoje é um dos mais intensivos, com altos salários e oportunidades. Acreditamos que a tecnologia é uma importante via de construção social e esse projeto nasce nessa perspectiva”, disse. 

Em seguida, a gerente de negócios da Natura, Dani Fagundes, fez uma apresentação sobre a atividade de consultoria de beleza e os benefícios da prática. Para encerrar, a staff da 42 São Paulo, Clarissa Crisóstomo, explicou como funciona a escola, que conta com aprendizado gamificado e mais de 300 alunos em São Paulo, e as etapas do processo seletivo para a formação gratuita.

Digiqole Ad

Relacionados