Doula: cuidado e informação para gestantes

 Doula: cuidado e informação para gestantes

Crédito: Arquivo pessoal

Saiba qual a importância da profissional que acompanha a gestante desde a gravidez até o pós-parto

O papel da doula durante a gestação é de acolher a gestante e a família que vai receber o bebê, levando informações e ajudando a mulher a lidar com as expectativas que surgem durante o período gestacional. A doula é mais que uma acompanhante, ela é uma profissional que oferece apoio completo  durante as três primeiras fases da maternidade: a gestação, o parto e o pós-parto. 

“Antigamente, os partos eram feitos por mães, mulheres, irmãs e vizinhas. É importante ressaltar que a doula não faz parto e não substitui nenhum integrante obstétrico, ela está ali para dar o suporte à mãe junto ao acompanhante escolhido pela gestante. Ela se responsabiliza por cuidar do emocional e do conforto dessa mãe”, conta Thaiza Dias (39), doula e estudante de enfermagem.

A recomendação é que gestante interessada no parto natural ou humanizado, procure a doula logo no início da gestão. O atendimento dessa profissional pode variar, mas, em média, são realizados três encontros para planejar o parto e a chegada do bebê. A doula também pode ficar ao lado da gestante durante o trabalho de parto, até que o bebê nasça. Ela também fica à disposição para ajudar as mamães no pós-parto, dando as primeiras e essenciais orientações nos cuidados da mulher e do bebê. 

É bastante comum confundir a doula com uma parteira. Apesar de haver certa relação entre elas quando o assunto é cuidado, a doula não realiza o parto natural, mas ela auxilia a mulher a se preparar para esse momento. A Thaiza também atende na Casa Angela, primeira casa de parto de São Paulo. Muito conhecida pelo atendimento humanizado, a casa de parto foi fundada em 1997 pela parteira alemã Ângela Gehrke da Silva na comunidade do Jardim Monte Azul, na Zona Sul.

As mulheres atendidas na Casa Angela são acompanhadas por profissionais da saúde e por doulas, em consultas e visitas domiciliares para acompanhamento do pré ao pós-natal. As famílias recebem orientação para planejamento familiar e também são realizadas reuniões de grupos de apoio, cursos para gestantes e pais, oficinas de educação sexual para adolescentes, entre outras atividades. Lá também há um posto de coleta de leite materno. 

É importante ressaltar é que independente da mulher ter ou não uma doula, ela pode e deve elaborar um plano de parto, documento escrito pela gestante com todas as orientações e cuidados que ela deseja no momento do parto e dos pós-parto. “Na Casa Angela temos um plano de parto modelo e outros exemplos com todos os cuidados e informações que uma gestante tem que saber desde o início do parto”, completa Thaiza.

O atendimento na Casa Angela é feito de graça pelo SUS, mas há alguns critérios. Mais informações podem ser obtidas diretamente no local (Rua Mahamed Aguil, 34, Jardim Mirante, São Paulo – SP) ou pelos telefones (11) 5852-5332 ou (11) 5851-2003.

Digiqole Ad

Relacionados

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *