Governo limita juros do cartão de crédito à partir desta quarta-feira (3)

 Governo limita juros do cartão de crédito à partir desta quarta-feira (3)

Imagem gerada por inteligência artificial

A decisão virar corrigir distorções do sistema bancário brasileiro em 2024

Nesta terça-feira (2), o Conselho Nacional Monetário decidiu fixar os juros do cartão de crédito em 100%. O teto do juros já estava previsto desde dezembro em lei dentro do programa Desenrola, que renegocia dívidas. A nova regra visa corrigir distorções no sistema bancário brasileiro, o Ministro da Fazenda, Fernando Haddad, confirma que a nova medida passa a valer a partir desta quarta-feira (3). 

Segundo dados disponibilizados pela Agência Brasil, a partir de informações do Banco Central, em novembro de 2023, os juros cobrados pelo cartão de crédito estavam em 431,6% em média. Com esta taxa, caso uma pessoa tivesse uma dívida de R$100 no cartão de crédito e não pagasse a totalidade da dívida, em um ano a pessoa poderia dever cerca de R$530. 

A partir desta quarta-feira, caso uma pessoa tenha R$100 no cartão de crédito e não pague, sua dívida poderá chegar no máximo até R$200, independente da demora em quitar o valor. 

“O Desenrola demonstrou que esse [juros abusivos] é um dos grandes problemas do país. As pessoas estão com uma dívida, às vezes 10 vezes o valor do crédito original, a pessoa devia R$ 1.000 no cartão, dali a x meses estava em R$10 mil, e não conseguia mais pagar. Aí o desenrola mostrou o quê? Que os descontos chegavam às vezes até 95%, 97%, por quê? Porque os juros acumulados eram de tal ordem, que mesmo dando esse desconto, compensava para o banco receber”, revela Fernando Haddad, Ministro da Fazenda. 

Fonte: Ministério da Fazenda

Digiqole Ad

Relacionados