Córrego Antonico: um ano da tragédia que deixou um morto, cinco feridos e dezenas de famílias desabrigadas

 Córrego Antonico: um ano da tragédia que deixou um morto, cinco feridos e dezenas de famílias desabrigadas

Crédito: Anderson Jorge/ Cria Brasil

O que mudou um ano após o desabamento na comunidade de Paraisópolis

Era noite de sábado (16/10), chovia muito na Zona Sul de São Paulo, quando um conjunto de casas desabou na comunidade conhecida como Caixa Baixa, localizada em Paraisópolis. As casas ficavam às margens do córrego Antonico, conhecido na região pelas enchentes frequentes. Na época, as informações oficiais davam conta de que a tragédia havia deixado uma pessoa morta, cinco gravemente feridos e oito famílias desabrigadas, mas esses números não refletem a realidade. 

De acordo com Francisco Diniz, membro do Conselho Gestor de Urbanização de Paraisópolis, após alguns dias do acidente, os números foram atualizados para cima: “Apesar do que foi dito na época, na realidade 15 famílias ficaram desabrigadas no desabamento e todos eles foram para casa de familiares e amigos, então ninguém ficou na rua. Porém, por conta das casas que caíram, mais de 60 famílias ao redor também tiveram que ser retiradas”, afirma Diniz.

Hoje, a situação continua difícil para as famílias que moravam às margens do Antonico naquela época. Mesmo recebendo o auxílio da Prefeitura, a solução provisória não atende as necessidades das pessoas, que sonham em voltar a ter sua casa própria para poder se instalar, sem ter a preocupação de perder tudo novamente. “Ainda tenho caixas de mudanças que não consegui abrir e, sim, se a Prefeitura tivesse mais humanização, porque os moradores não tiveram nem um acolhimento e que muitos, inclusive eu, fiquei abalada emocionalmente pela situação. Nós não somos paredes, somos pessoas”, completa Aline Raquel, moradora do córrego que também perdeu sua casa.

Um ano após a tragédia, Prefeitura e Estado prometem obras no Córrego Antonico

Crédito: Anderson Jorge/ Cria Brasil

Há pelo menos 10 anos, nós acompanhamos as promessas do poder público municipal e estadual sobre as obras o Córrego Antonico. Em setembro deste ano, mais uma vez, a Prefeitura e o Governo do Estado anunciaram que farão obras de combate às enchentes na bacia do Antonico, situação que há mais de 20 anos assusta os moradores da comunidade. De acordo com comunicado oficial, as intervenções irão reduzir em 87% a mancha de alagamento da região, beneficiando diretamente os quase 90 mil moradores. O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, falou sobre a remoção de mais de 1,5 mil famílias que moravam no entorno do Córrego Antonico. “Todas receberam e receberão uma indenização de R$ 60 mil ou auxílio-aluguel mensal de até R$ 600. Além disso, estamos fazendo 364 apartamentos na região”, explicou. 

Desde o início do ano, 268 famílias já foram retiradas do local. O projeto para as obras, contratado em agosto de 2021 pela Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras (Siurb), inclui a construção de dois reservatórios, sendo um na Praça Alfredo Gomes (capacidade de armazenar 44 mil m³ de água), e outro na Praça Roberto Gomes Pedrosa (capacidade para armazenar até 133,5 mil m³ de água).

Também serão implantadas novas galerias e será feita a canalização aberta do Córrego Antonico. A execução das obras será dividida entre a Prefeitura de São Paulo e o Governo do Estado. O investimento total das obras é de mais de R$ 500 milhões, sendo que aproximadamente R$ 152,5 milhões são da Prefeitura. Os trabalhos devem ter início no primeiro semestre de 2023 e devem durar dois anos.

Atualização cadastral do Auxílio Aluguel 

Os beneficiários do Auxílio Aluguel em São Paulo tem até o dia 14/10 para fazerem a atualização do cadastro. Após o encerramento do prazo, quem estiver com seus dados desatualizados deixará de receber o auxílio.

O agendamento deve ser feito pela Central SP156 e apenas o titular do benefício é quem pode fazer a atualização na Central de Atendimento da Habitação (Avenida São João, 299 – Centro) ou em um dos pontos de atendimento indicados pela Prefeitura.

Digiqole Ad

Relacionados

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *