Projeto “Motoboys do Brasil” é lançado em Paraisópolis

 Projeto “Motoboys do Brasil” é lançado em Paraisópolis

Foto: Anderson Jorge / Agência Cria Brasil

Exposição fica até o dia 17 de julho no Pavilhão do G10 Favelas e o livro pode ser retirado gratuitamente 

Na manhã desta quinta-feira (13), o Pavilhão do G10 Favelas, localizado na rua Itamotinga, 100, recebeu o lançamento do projeto “Motoboys do Brasil” dedicado a contar a história de vida desses trabalhadores tão presentes no cotidiano. A iniciativa é uma realização da produtora Barro de Chão com patrocínio da Lubrificantes Mobil™, viabilizado pela Lei de Incentivo à Cultura, e apresenta um projeto multilinguagem com livro, documentário e exposição itinerante. O material coletado é parte de uma exposição itinerante e uma plataforma digital acessível gratuitamente no canal do projeto no YouTube

Até o dia 17 de julho, quem visitar o Pavilhão poderá conferir a exposição com a história de parte dos profissionais entrevistados pelo projeto. Segundo o produtor executivo e CEO da Barro de Chão, Mauro Rossi, foram entrevistados 540 motoboys das cinco regiões do país. Cada painel conta com um QR Code que dá acesso ao vídeo da história do motoboy da foto. Para saber mais, só é preciso apontar a câmera do celular, escanear o código e clicar no link que direciona ao conteúdo. 

O livro “Motoboys do Brasil” oferece uma perspectiva atual da profissão e inclui relatos pessoais e culturais de motoboys por todo o país e pode ser retirado gratuitamente no Pavilhão. Para o presidente do G10 Favelas, Gilson Rodrigues, a iniciativa mostra a importância dos trabalhadores da categoria e a potência que existe nas periferias. 

O evento contou com a participação de moradores da comunidade e de motoboys que tiveram suas histórias contadas no projeto. Um deles foi o motoboy Leandro Vieira, conhecido como Paizão. Morador de São Miguel Paulista, na zona leste de São Paulo, ele atua há mais de 20 anos na profissão. Para ele, a iniciativa é uma forma das pessoas conhecerem mais o trabalho e os desafios enfrentados pelos motoboys. 

O motoboy Miguel Pereira de Souza Junior e a motodog Ruby Fofa estiveram presentes no evento. Trabalhando há 20 anos como motoboy, há cerca de 10 anos sua companheira nas ruas têm sido a cachorrinha Ruby, que foi resgatada por ele quando ela tinha 1 ano. A história dos dois estão presentes no livro. 

Digiqole Ad

Relacionados