Dez milhões de jovens brasileiros não estudam e nem trabalham 

 Dez milhões de jovens brasileiros não estudam e nem trabalham 

Foto: Norma-Mortenson / Pexels

Pesquisa realizada em 2022 mostra que 2 milhões de mulheres não estudam ou trabalham devido aos afazeres domésticos.

Nesta quarta-feira (6), foi divulgado pelo IBGE (Índice Brasileiro de Geografia e Estatística), a pesquisa Sistema Indicadores Sociais 2023. O estudo revela que 10,9 milhões de jovens entre 15 e 29 anos não estudam ou trabalham, número que representa 22,3% da população nesta faixa etária. Além disso, em 2022, 47% dos jovens que não trabalham ou estudam eram mulheres pretas e pardas.

Os dados mostram que 4,7 milhões de jovens não buscam emprego e não  gostariam de trabalhar. Dentro deste número, 2 milhões de mulheres não estudam ou trabalham devido à necessidade de manter os cuidados  aos parentes mais próximos e aos afazeres domésticos. Entre os homens jovens, 420 mil relatam que não trabalham ou estudam  por problemas de saúde.  

Os dados também fazem o recorte racial sobre este problema, 47% dos jovens que não trabalham ou estudam são mulheres pretas e pardas, destas, 44,7%  são extremamente pobres.

A pesquisa também expõem que o nível de escolaridade dos jovens possui relação com o nível de pobreza enfrentado por eles. Entre os jovens que não estudam nem trabalham, mas têm o ensino fundamental incompleto, constata-se que 23% vivem em situação de extrema pobreza, enquanto 77% enfrentam condições de pobreza.
Fonte: IBGE (Índice Brasileiro de Geografia e Estatística)

Digiqole Ad

Relacionados