Aniversário de São Paulo:  Exposições marcam as comemorações

 Aniversário de São Paulo:  Exposições marcam as comemorações

Crédito: Foto Exposição Museu da Cidade Divulgação

Circuito com atrações culturais que destacam os territórios periféricos são inauguradas em comemoração ao aniversário da capital paulista.

Na última quarta-feira (25), São Paulo completou 469 e, para celebrar o aniversário da cidade, duas exposições que colocam a população periférica no centro do debate foram inauguradas.

Em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura o Museu da Cidade apresenta a exposição “Intersecções: Negros (as) indígenas e periféricos (as) na cidade de São Paulo”, com ideliazação dos curadores: Adriana Barbosa, empresária, Nabor Jr, jornalista e Elenilson Leite, historiador, em conjunto com o líder indígena Jera Guarani.

Crédito: Divulgação – Foto de Paraisópolis – Exposição Museu da Cidade

O acervo da exposição, traz 40 anos de arte e cultura produzidas por 100 artistas da cidade de paulistana, estando entre as 300 obras em formas fotografias, pinturas, artes em vídeos, instrumentos musicais e figurinos, todos com expressões únicas de cada artista.

A exposição traz em destaque entre as centenas de artes espalhadas pelo espaço, imagens da duas favelas de São Paulo: Heliópolis a maior do Estado de São Paulo e Paraisópolis a segunda maior da cidade com  mais de 100 mil habitantes.

Crédito: Foto Exposição Museu da Favela Raiz – Carlos Pires

Também no centro da cidade, outras duas exposição foram inauguradas no Museu da Favela: FAVELA-RAIZ e IDENTIDADE PRETA: 20 anos de Feira Preta.

FAVELA-RAIZ é uma ocupação-manifesto, composta de cinco partes – três internas e duas externas – que nos levam aos fundamentos da formação da identidade das pessoas que habitam esses territórios: a ancestralidade, as mulheres, a força do trabalho e os abrigos materiais e afetivos.

A exposição IDENTIDADE PRETA: 20 anos de Festival Feira Preta celebra o maior evento de cultura negra da América Latina, trazendo de modo lúdico o histórico da evolução da feira, apresentando ao público os marcos revolucionários para a população preta a partir de seus espaços.

SERVIÇO

Exposição “Intersecções: Negros (as) indígenas e periféricos(as) na Cidade de São Paulo”

Endereço: R. Roberto Simonsen, 136 e 136B – Centro Histórico de São Paulo, São Paulo – SP, 01017-020

Visitação: Terça a domingo, das 9h às 16h, até 28/07

Ingressos gratuitos diretamente no local

Exposições “FAVELA-RAIZ” e “IDENTIDADE PRETA: 20 anos de Festival Feira Preta”

Endereço: Av. Rio Branco, 1269 – Campos Elíseos, São Paulo – SP, 01205-903

Visitação: Terça a domingo, das 9h às 17h, até 31/01Ingressos gratuitos pelo site (clique aqui) ou retirados no local

Digiqole Ad

Relacionados